Cifial e design



O designer português Carlos Aguiar, desenhou em exclusivo para a cifial as peças Kobe, Kioto, e Osaka. São peças de mobiliário para a casa de banho. Uma marca portuguesa a dar cartas no design internacional.

Concuros Electrolux Design Lab 2009

Tema - Projectos para os próximos 90 anos

Electrolux Design Lab 2009 convida estudantes de design industrial de todo o mundo a criar electródomesticos que moldem a forma como as pessoas vão preparar e guardar os alimentos, lavar a roupa ou a loiça entre outras coisas, nos próximos 90 anos.

Os projectos devem ter o consumidor em mente, e ser adaptáveis ao tempo e ao espaço.

Deadline
31 Maio, 2009

Final
Londres, 24 de Septembro, 2009

Prémios
1º prémio 5,000 Euro e estágio remunerado de 6 meses num dos centros de design da Electrolux.

2º prémio 3,000 Euro

3º prémio 2,000 Euro

Mais informações em www.electroluxdesignlab.com

MATERIALICA Design + Technology Award 2009

MATERIALICA Design + Technology Award 2009

Concurso detinado a designers, engenheiros e outros profissionais que nos projectos usem materiais de modo criativo e inovador no sector automóvel, aeroespacial, engenharia, desporto e bens de consumo.

Categorias: Material, Surface, Product or CO2 efficiency.

Data de submissão: 30 de Junho de 2009
Participação: 190 Euro plus VAT



Up-and-coming Student Award 2009

Estão convidados todos os estudantes de design, engenharia, engenharia de máquinas, ou de áreas afins relacionadas com o desenvolvimento e aplicação de materiais.

O prémio visa reconhecer a importância da interacção entre o material e a performance no projecto de design.

Data de submissão: 30 de Junho de 2009
Participação: 50 Euro plus VAT
Prémio em dinheiro: 1.500 Euro


Mais informações em www.materialicadesign.com

9 Dicas para Freelancers que estão a começar

Com a presente crise económica, imagino que o número de designers freelancers vá aumentar.

Se quer começar a trabalhar como freelancer, quer seja por necessidade ou por vontade de trabalhar por conta própria, aqui estão algumas dicas para saber como começar.

1. Construa um fundo de emergência. Se pensar em ser freelancer a tempo inteiro, isto coloca-o à vontade, e permite que a criatividade flua. E permite-lhe que não pareça desesperado aos seus clientes.

Ao príncipio vai estar motivado e conseguir ser muito produtivo, e até trabalhar muitas horas por dia (bem isso acontece de qualquer maneira), mas assim que começar a ficar sem dinheiro vai ser mais díficil conseguir concentrar-se e trabalhar como deve ser.

Ter um fundo de emergência é como uma rede de segurança, porque mesmo que tenha muitos clientes logo ao início eles podem demorar algum tempo a pagar, e assim está assegurado, e não vai ter de pedir dinheiro emprestado a ninguém.

2. Tenha honorários adequados. É melhor ter várias tabelas consoante o tipo de trabalho e serviços que fornece. E não tem necessariamente que cobrar pouco só porque está a começar. Ao decidir os seus preços - quer por hora ou por projeto, deve pensar em vários factores, quais os seus custos, quanto tempo vai demorar, qual o lucro desejado, qual a sua experiência, como é o cliente, qual a procura no mercado e quaisquer outros dados que sejam relevantes.

3. Utilize a Web ao máximo. A maioria dos designers freelancers trabalham com a internet, mas nem todos tiram proveito de todas as ferramentas disponíveis online, muitas delas grátis. Um benefício de ser freelancer é que pode ter um blog ou site para sua promoção, e se a sua área não for própriamente o web-design, porque não aprender mais sobre o assunto. Há também uma incrível quantidade de software grátis para as operações de facturação, gestão de finanças, gestão de sites e muito mais.

4. Escolha um bom ambiente de trabalho. Nem toda a gente gosta de trabalhar em casa. Pare evitar trabalhar sózinho ou não ter de pagar uma renda alta num escritório, pense em partilhar um espaço de trabalho com outras pessoas, pode-se juntar com outros designers, arquitectos, ilustradores, ou mesmo pessoas de áreas completamente diferentes. É muito menos dispendiosos do que um escritório e menos solitário do que trabalhar em casa e ainda pode beneficiar da partilha de ideias e experiências.

5. Socialize frequentemente, e crie redes de contactos. Referências são a força vital do trabalho de freelance - pelo menos enquanto estiver a iniciar e desenvolver a sua reputação. Existem inúmeros recursos para a criação de redes, tanto online como offline. Utilize sites de redes sociais como o Hi5 ou Facebook, bem como pessoas que conhece pessoalmente para promover o seu trabalho.

6. Acompanhe o seu desempenho. Um freelancer de sucesso monitoriza não apenas receitas e finanças, mas o desempenho, atitudes, aptidões, tendências e muito mais. Determine quão rapidamente os projectos estão a ser cumpridos e sua taxa efectiva por hora. Em seguida, pense em formas de melhorar o seu trabalho, a sua eficiência e produtividade. Mas lembre-se que a melhoria do desempenho não significa ir por atalhos.

7. Amplie sua oferta como freelancer. Quando tiver alcançado um fluxo de trabalho diário satisfatório, pense em expandir seus serviços. Independentemente do tipo de trabalho que costuma fazer, provavelmente é capaz de oferecer outros serviços, que talvez sejam mais aborrecidos mas que podem ser lucrativos, pode experimentar fazer tratamento de imagens, apresentações, ou artes finais. No primeiro ano planeie os serviços que gostaria de disponibilizar no segundo ano de actividade.

8. Divida as tarefas. Se começar a ter um fluxo de trabalho razoável, grandes projectos podem aparecer. Alguns freelancers desejam secretamente não obter um grande projeto. Este tipo de trabalho tem mais responsabilidade, e deixa pouco tempo livre para os outros projectos, mas são muito menos assustadores se os dividir em partes e os fizer passo a passo. O trabalho que não tem tempo para fazer, ou com o qual não se sente à vontade passe-o a outros freelancers, é melhor passar a outros algumas tarefas do que acabar por perder clientes.

9. Trabalhe em outsourcing. Quando o seu negócio crescer, vai chegar ao ponto em que não pode aceitar todos os trabalhos, considere trabalhar em parceria com outros freelancers em vez de recusar trabalho. Se é bom a gerir e organizar o trabalho pode trabalhar com outros freelancers remotamente, trabalhando sobretudo pela internet e por telefone. Outsourcing pode ser um bom negócio - especialmente se lhe permitir expandir a sua oferta de serviços.

Uma última dica: Lembre-se de que tempos difíceis vão e vêm. Use isso como motivação para lidar os tempos em que tem mais ou menos fluxo de trabalho, ser freelancer é mesmo assim, inconstante. Aprenda a lidar com o que pode controlar, não se preocupe com o que não pode mudar, e planeie tudo o resto.

É ou já foi freelancer por algum tempo? Tem alguma dica para novos freelancers que gostaria de partilhar?

Festival de Design Público - Concurso Internacional

Por ocasião da primeira edição da Festival de Design Público é lançado o concurso de ideias e projectos para espaços públicos, de entre todas as candidaturas, serão seleccionados 10 projectos, a serem realizados e apresentados durante o festival, que irá ter lugar em Milão, entre 18-26 abril 2009.

O concurso consiste no projecto de uma intervenção num parque urbano. Os projectos podem ser instalações, projetos de comunicação, serviços para a comunidade, eventos, mobiliário urbano etc.

Os concorrentes devem ser artistas ou designers da área da arquitectura, design industrial, design gráfico, ilustração, estudantes e profissionais.

As inscrições estão abertas até 28 fevereiro 2009, e o prémio é de €3.000.

Mais informações em www.designpubblico.it

Prémio Nacional Indústrias Criativas

A primeira edição do Prémio Nacional de Indústrias Criativas, iniciativa da Unicer e da Fundação de Serralves, tem como objectivo de premiar e apoiar projectos portugueses.Para além da Unicer e da Fundação de Serralves são parceiros em a Agência de Inovação, ANJE, BPI, ESAD, Fundação da Juventude, IAPMEI, LMS Design, Universidade Nova de Lisboa e Universidade do Porto.

Dinamizar projectos nacionais é a ambição desta iniciativa inédita, que pretende não só promover a produção criativa como também estimular a economia portuguesa contribuindo para a afirmação da Identidade de um “Portugal Contemporâneo”.

O Prémio tem como objectivo promover, apoiar, acompanhar e ajudar a implementar projectos na área das indústrias criativas que sejam inovadores, tenham viabilidade económica e financeira, sejam potenciadores de criação de novos postos de trabalho qualificado e produzam um efeito impulsionador na produção intelectual portuguesa no contexto de mercado global. Pretende-se assim contribuir para o incremento do número de registos de direitos de autor, de direitos de propriedade industrial, bem como, de marcas e patentes.

Dos projectos seleccionados, a maioria são da área do design. Os finalistas têm agora que elaborar um plano de negócios para atraírem investimentos que viabilizem a implementação dos seus projectos em Portugal.

Uma Pérola



Só mesmo os nossos colegas brasileiros para se lembrarem disto, muito bom!

BICeBé

III Bienal Internacional do Cartaz na Bolívia

O grupo Catalográfica é uma entidade que procura a promoção, o desenvolvimento e a integração das culturas da América Latina no mundo inteiro. Sem descurar outras manifestações, centra o seu trabalho no design de comunicação.

Na III Bienal Internacional do Cartaz na Bolívia BICeBé poderão ser apresentados a concurso: cartazes de actividades culturais; cartazes políticos e sociais; cartazes publicitários; cartazes inéditos sob o tema ‘A Migração’.

Poderão participar estudantes de design, profissionais, artistas plásticos, fotógrafos e produtores gráficos em geral, de qualquer idade e de todo o mundo, com cartazes impressos entre Junho de 2005 e Junho de 2009 (exceptuando o cartaz inédito).

Os participantes submeterão os seus trabalhos, de técnica livre (70 x 100 cm) até 30 de Junho de 2009.

Este evento integra a programação de ‘La Paz, capital iberoamericana da cultura’

Ficha de inscrição e regulamento: www.grupocatalografica.com

Info CPD

Vectores S. Valentim


Para Designers apaixonados, ou simplesmente para os muito atarefados aqui está um link para vários vectores e outros recursos grátis relativos ao Dia dos Namorados que está quase a chegar. Consultar aqui.

S. Valentim com Design


Aqui fica uma sugestão para o dia de S. Valentin, O Farol Design Hotel em Cascais
tem um Pacote do Dia dos Namorados. Um Jantar a dois e uma noite junto ao mar, prometem uma experiência luxuosa e romântica para casais apaixonados.

Novidades Offf 2009

Os bilhetes para o offf Oeiras 2009 continuam à venda, mas o peço de venda aumentou para €85.99, e já não incluem as ofertas de antes, os bilhetes continuam a só poderem ser comprados pelo paypal, mas a novidade deste ano é que serão enviados directamente para nossas casa.

Ainda não estão disponíveis informações sobre os workshops, mas al ultimas novidades confirmam mais que mais uma vez o fabuloso Neville Brody estará presente, tal como Sagmeister e Joshua Davis, outros habitues do festival.

Os portugueses representados no festiva, até à data são Ivan Franco, This Is Pacifica, Alva, R2 e Musa Worklab.

Boca do Lobo. Design Eclético e Contemporâneo, uma marca totalmente portuguesa



A marca Boca do Lobo estabeleu-se no mercado do design criando mobiliário único e distinto, foi o que aconteceu com a peça SOHO, um aparador que revela a face eclética e sofisticada da marca.
A missão da Boca do Lobo é "conciliar a sua sabedoria acumulada e os grandes anos de experiência, dedicação e amor à arte que desempenham, e de personalidade que é construída sobre uma aparente contradição: a fusão da capacidade dos artesãos, da visão técnica e da paixão criativa do designer. SOHO (o aparador), é a combinação de uma série de estilos, pegas decorativas, que termina com linhas simples e detalhes subtis, uma peça que certamente se irá tornar um clássico do design em portugal.